Alta Floresta - Domingo, 23 de Abril de 2017

Postada em 17 de Abril de 2017 às 16h05min

Acusado de liderar esquemas, Lula recebe título de cidadão de MT

A proposta é de autoria do deputado Valdir Barranco (PT)

Por: RD News
g+
Reprodução

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), "olho do furacão" em denúncias relacionadas à Operação Lava Jato, recebeu homenagem dos deputados estaduais, na última quarta (12). O petista terá direito ao título de Cidadão Mato-Grossense, que foi aprovado em primeira votação em sessão ordinária. A proposta é de autoria do deputado Valdir Barranco (PT) e tem como relatora Janaina Riva (PMDB). 

Como justificativa, Barranco cita os ensinamentos do escritor Euclides da Cunha "o sertanejo, é antes de tudo, um forte", e afirma que essa frase se ajusta à personalidade de Lula. “Concede título de Cidadão Mato-Grossense ao Sr. Luís Inácio Lula da Silva, pelos relevantes serviços prestado a Mato Grosso”, diz trecho do documento.

A aprovação da menção gerou críticas do Movimento Brasil Livre (MBL), no qual o representante Ulisses Moraes destaca a ficha extensa do ex-presidente, em um vídeo que circula na internet. “Eis que logo antes do feriado de Páscoa, nossos deputados estaduais aprovaram em primeira votação a entrega de Título de Cidadão Mato-Grossense para o senhor Luís Inácio Lula da Silva, ex-presidente campeão de inquéritos no âmbito da operação Lava Jato”, ressalta no vídeo. (https://www.youtube.com/watch?v=ZEhE_2zceRo)

Ulisses também afirma que Lula não veio a Mato Grosso para fazer campanha, quando foi candidato à Presidência. “Nunca teve nenhum compromisso ou relação com nossa terra, com nossa gente, é apontado como chefe do maior esquema de corrupção da história”, destaca.

Lula é acusado de ser “comandante máximo” e “principal beneficiário” do esquema de corrupção instalado na Petrobras, cujos desvios estão na casa do bilhão. Ele é alvo de cinco ações penais, três estão no âmbito da Lava Jato, uma na operação Zelotes e uma na operação Janus. Três processos correm no Distrito Federal e dois em Curitiba. Paralelamente, o ex-presidente também é investigado pela Polícia Federal.

Após algumas tentativas para comandar o país, até então todas frustradas, em 27 de outubro de 2002, o sindicalista Lula da Silva foi eleito presidente do Brasil, derrotando o candidato apoiado pela situação, o ex-ministro da Saúde e então senador de São Paulo José Serra, do PSDB. Em 29 de outubro de 2006, Lula é reeleito no segundo turno, vencendo o tucano ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin. Aprovação do Titulodownload aprovacao_titulo.pdf

Veja mais

Ariana Grande e Bruno Mars podem fazer shows no Brasil ainda em 2017, diz jornal

Polícia indicia sertanejo Victor, da dupla com Leo, por agressão à mulher grávida

Zezé e Zilu partilham patrimônio de R$ 65 milhões

Estreia do Dancing Brasil leva internautas ao delírio

Marca de cosméticos lança batons nude para mulheres negras



Galeria de Vídeos