MENU

Alta Floresta - MT

Sábado, 22 de Julho de 2017

Altaflorestense emagrece 56kg em pouco mais de 1 ano com exercícios e mudança na alimentação

Bacharel em direito, Breno Zamar decidiu emagrecer após assistir aos pais lutarem com problemas de saúde

Arquivo Pessoal

MT Esporte com G1

Postada em 07 de Abril de 2017 às 07h50min

A preocupação com a saúde fez com que um jovem altaflorestense, que reside em Cuiabá, atualmente com 27 anos, mudar de vida e emagrecer 56 kg em um ano e dois meses fazendo apenas exercícios e controlando a alimentação. Bacharel em direito, Breno Zamar decidiu emagrecer após assistir aos pais lutarem com problemas de saúde.

Antes sedentário, o rapaz que pesava 126 kg e vestia manequim 46 começou a emagrecer em 2009, quando iniciava a faculdade de direito. Atualmente com 83 kg e usando manequim 38, o jovem conta sobre o que fez para mudar de vida e dá dicas de como manter uma vida saudável para mais de 30 mil seguidores, em sua conta no instagran.

Breno relatou que começou a engordar aos 10 anos de idade, quando passou a comer em excesso após a morte do pai, que faleceu por problemas cardíacos. "Acredito que comecei a engordar porque entrei em depressão devido a morte dele. Eu não tomava água, tomava refrigerante todos os dias, comia muitos lanches, doces e salgadinhos", disse.

Devido ao excesso de peso, o rapaz contou que sofria com falta de ar e dores nas pernas diariamente. Além disso, passou a ser vítima de bullying na escola e entre amigos por conta da obesidade. A decisão por mudar o estilo de vida foi tomada após assistir a mãe lutar contra a diabetes e doenças cardíacas.

"Minha mãe faleceu devido a complicações de diabetes e coração. Decidi emagrecer quando assisti ao tratamento dela e vi que poderia herdar aquilo, caso não me cuidasse melhor", afirmou.O rapaz, então, passou a regular a alimentação e a fazer exercícios físicos. Ele ressaltou que, durante o processo de emagrecimento, não utilizou nenhum medicamento inibidor de apetite e não passou por procedimentos cirúrgicos.

"No início, cortei doces e frituras, comia muita verdura, e passei a não tomar mais refrigerante. Eu também não saía mais com os meus amigos para não extrapolar na alimentação. Agora, eu tenho a minha mente controlada e consigo sair normalmente. Hoje, por exemplo, eu como de tudo moderadamente, até mesmo doces, e no outro dia faço exercícios para queimar as calorias", relatou.Breno disse que, no início do processo, não chegou a procurar um nutricionista, mas que, atualmente, tem acompanhamento médico. Ele, que incentiva em sua rede social a quem pretende iniciar atividades físicas, frequenta a academia diariamente e faz exercícios nos parques da capital.

Após a redução de peso, a saúde do rapaz melhorou, mas ele contou que ainda pretende perder mais oito quilos e ganhar mais massa magra. "Eu gosto de ajudar e de incentivar as  pessoas e fazerem exercícios, pois isso ajuda muito a saúde e a autoestima. Pelo menos, foi isso que aconteceu comigo", afirmou.


SOLO Plus